Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Um dia com Sid Mosca

Eu conheci o Sid pessoalmente em 2001, quando fui no ateliê dele comprar uma réplica do capacete do Senna. E a experiência de ter estado naquele lugar foi sensacional.
Eu entrei, comecei olhar os carros que haviam ali dentro.
Havia a Jordan que foi do Barrichello e um F-Indy que pertenceu ao André Ribeiro.
Eu estava olhando para dentro do Jordan e estava encantando, quando ouvi uma voz dizendo ‘-Se quiser pode entrar’. Olhei para frente, era o Sid.
Perguntei ‘-Posso mesmo?’. Ele riu e disse, ‘Claro, só tirar o volante e escorregar pra dentro’.
Depois que eu sai de dentro do Jordan começamos a conversar, eu admirando os capacetes expostos pelo salão e ele contando a história de cada capacete. Inclusive ele estava pintando alguns capacetes para a FIA em comemoração aos 50 anos da F1.
Depois da apresentação das obras dele, o Sid subiu comigo pro escritório dele e foi me mostrar coisas que ele havia ganho do Ayrton, do Piquet, Stewart. Itens que ficavam no seu escritório. Ah, que sorte a minha.
Fiquei acho que umas 4 horas ali com ele conversando sobre tudo e todos do mundo do automobilismo. Minha única reclamação foi pelo tempo que passou voando como um F1 e quando vi já precisava ir embora, pois ele também não poderia ficar ali o tempo todo, ele tinha o que fazer. Alegrar o mundo do automobilismo com suas cores e desenhos, rs.
Mas sai de lá realizado, primeiro por ter comprado uma réplica de um capacete de F1 pintado pelo artista que o Sid era, segundo pela própria pessoa do Sid, que me tratou extremamente bem, educadíssimo, simples e cativante.
Eu nunca mais na vida vou esquecer aquele dia, nem hoje pela morte dele, pois perdemos um artista e uma figura importantíssima no mundo automobilístico mundial, mas vou sempre contar essa história, de ter conhecido um mito pessoalmente. Sou um felizardo.
Vai em paz camarada.

Eu me pergunto também!

2010 in review

The stats helper monkeys at WordPress.com mulled over how this blog did in 2010, and here’s a high level summary of its overall blog health:

Healthy blog!

The Blog-Health-o-Meter™ reads Fresher than ever.

Crunchy numbers

Featured image

A Boeing 747-400 passenger jet can hold 416 passengers. This blog was viewed about 7,100 times in 2010. That’s about 17 full 747s.

 

In 2010, there were 85 new posts, growing the total archive of this blog to 1029 posts. There were 160 pictures uploaded, taking up a total of 95mb. That’s about 3 pictures per week.

The busiest day of the year was July 13th with 103 views. The most popular post that day was Seattle’s skyline and Space Needle.

Where did they come from?

The top referring sites in 2010 were alesantiago.com, uminfinito.blogspot.com, twitter.com, alphainventions.com, and search.aol.com.

Some visitors came searching, mostly for lamborghini ankonian, seattle washington, arvore do ibirapuera, seattle skyline, and arvore ibirapuera.

Attractions in 2010

These are the posts and pages that got the most views in 2010.

1

Seattle’s skyline and Space Needle September 2009

2

Natal em São Paulo December 2008

3

E se o Batman quiser uma Lambo? December 2009

A vida é assim para a maioria…

1] qualquer coisa que nos faça esquecer nossa verdadeira identidade e nossos sonhos, e nos faça apenas trabalhar para produzir e reproduzir.

2] ter regras para uma guerra (Convenção de Genebra).

3] gastar anos fazendo uma universidade, para depois não conseguir trabalho.

4] trabalhar de nove da manhã as cinco da tarde em algo que não dá o menor prazer, desde que em 30 anos a pessoa consiga aposentar-se.

5] Aposentar-se, descobrir que já não tem mais energia para desfrutar a vida, e morrer em poucos anos, de tédio.

6] Uso de botox.

7] Procurar ser bem-sucedido financeiramente, ao invés de buscar a felicidade.

8] Ridicularizar quem busca a felicidade ao invés do dinheiro, chamando-o de “pessoa sem ambição”.

9] Comparar objetos como carros, casas, roupas, e definir a vida em função destas comparações, ao invés de tentar realmente saber a verdadeira razão de estar vivo.

10] Não conversar com estranhos. Falar mal do vizinho.

11] Sempre achar que os pais estão certos.

12] Casar, ter filhos, continuar juntos mesmo que o amor tenha acabado, alegando que é para o bem da criança (que parece não estar assistindo as constantes brigas).

12ª] Criticar todo mundo que tenta ser diferente.

14] Acordar com um despertador histérico ao lado da cama.

15] Acreditar em absolutamente tudo que está impresso.

16] Usar um pedaço de pano colorido amarrado no pescoço, sem qualquer função aparente, mas que atende pelo pomposo nome de “gravata”.

17] Nunca ser direto nas perguntas, mesmo que a outra pessoa entenda o que se está querendo saber.

18] Manter um sorriso nos lábios quando se está morrendo de vontade de chorar. E ter piedade de todos os que demonstram seus próprios sentimentos.

19] Achar que arte vale uma fortuna, ou que não vale absolutamente nada.

20] Sempre desprezar aquilo que foi conseguido com facilidade, porque não houve o “sacrifício necessário”, e, portanto não deve ter as qualidades requeridas.

21] Seguir a moda, mesmo que tudo pareça ridículo e desconfortável.

22] Estar convencido que toda pessoa famosa tem toneladas de dinheiro acumulado.

23] Investir muito na beleza exterior, e se preocupar pouco com a beleza interior.

24] Usar todos os meios possíveis para mostrar que, embora seja uma pessoa normal, está infinitamente acima dos outros seres humanos.

25] Em um meio de transporte público, jamais olhar diretamente nos olhos de uma pessoa, caso contrário isso pode ser interpretado como um sinal de sedução.

26] Quando entrar no elevador, manter o corpo voltado para a porta de saída, e fingir que é a única pessoa lá dentro, por mais lotado que esteja.

27] Jamais rir alto em um restaurante, por melhor que seja a história.

28] No hemisfério norte, usar sempre a roupa combinando com a estação do ano; braços de fora na primavera (por mais frio que esteja) e casaco de lã no outono (por mais quente que esteja).

29] No hemisfério sul, encher a árvore de natal de algodão, mesmo que o inverno nada tenha a ver com o nascimento de Cristo.

30] À medida que for ficando mais velho, achar-se dono de toda a sabedoria do mundo, embora nem sempre tenha vivido o suficiente para saber o que está errado.

31] Ir a um chá de caridade e achar que com isso já colaborou o suficiente para acabar com as desigualdades sociais do mundo.

32] Comer três vezes por dia, mesmo sem fome.

33] Acreditar que os outros sempre são melhores em tudo: são mais bonitos, mais capazes, mais ricos, mais inteligentes. É muito arriscado aventurar-se além dos próprios limites, melhor não fazer nada.

34] Usar o carro como uma maneira de sentir-se poderoso e dominar o mundo.

35] Dizer impropérios no trânsito.

36] Achar que tudo que seu filho faz de errado é culpa das companhias que ele escolheu.

37] Casar-se com a primeira pessoa que lhe oferecer uma posição social. O amor pode esperar.

38] Dizer sempre “eu tentei”, mesmo que não tenha tentado absolutamente nada.

39] Deixar para viver as coisas mais interessantes da vida quando já não tiver mais forças para tal.

40] Evitar a depressão com doses diárias e maciças de programas de TV.

41] Acreditar que é possível estar seguro de tudo que conquistou.

42] Achar que mulheres não gostam de futebol, e que homens não gostam de decoração.

43] Culpar o governo por tudo de ruim que acontece.

44] Estar convencido de que ser uma pessoa boa, decente, respeitosa significa que os outros vão pensar que é fraca, vulnerável, e facilmente manipulável.

45] Estar igualmente convencido que a agressividade e a descortesia no trato com os outros é que são sinônimos de uma personalidade poderosa.

46] Ter medo de fibroscopia (homens) e parto (mulheres).

47] Finalmente: achar que a sua religião é a única dona da verdade absoluta, a mais importante, a melhor, e que todos os outros seres humanos neste imenso planeta que acreditam em qualquer outra manifestação de Deus estão condenados ao fogo do inferno.

 

Bicicletas Retrô

Cara do céu, do mar, do ar e da terra, olha estas bicicletas. Papai Noel, quero por que quero.

São bikes retrôs, produzidas por uma empresa Alemã.

Essa azul é o modelo Paula

Essa aqui é a que eu mais gostei, é a Paul Alfine da linha Modern

E esta aqui é a Paul, a que eu mais gostei por segundo. 🙂

Na verdade, eu gostei de todos os modelos do fabricante. Se pudesse, comprava uma de cada modelo. O legal é que se pode customizar. Você escolhe cor da bike e dos pneus. Tem acessórios também. Outro nível falando-se em pedaladas.

À venda por módicos 1600 Obamas plus tax em http://www.mydutchbike.com/bicycles/retrovelo

ou direto com o fabricante http://www.retrovelo.de

Familia reunida…

Sobrinhos queridos

Quando o mais velho é desmiolado, olha o que acontece com o caçula.rs